Janela na famosa Villa Berta - Lisboa

Janela na famosa Villa Berta – Lisboa

Inspirada no trabalho de Maluda, percorro o meu caminho atenta as janelas por que passo.

Janelas do Mundo, Uncategorized

Janelas do Mundo

Image
365 Grateful

365 Grateful

Sempre senti que Setembro era como o ano novo. É sempre uma altura para regresso, e iniciar novos projectos. Quando éramos crianças este era o mês de entrar de novo na escola, e este ano também vai ser assim comigo. Apesar das aulas do doutoramento só começarem no dia 14 de Setembro, o inicio do meu ano escolar iniciou-se hoje com o curso de norueguês. Vamos ver como me saio com esta nova língua.

E a acompanhar estes novos regressos, o botequim abre novamente as portas do seu estabelecimento. Por isso sejam bem vindos, ou como se diz em norueguês: velkommen.

Inicio esta nova etapa partilhando os pequenos momentos de gratidão que senti, enquanto estive fora.

E desse lado as ferias foram boas?

Dia_134_365grateful

Dia_134_365grateful

#134 Voltar para um lugar onde sempre fui feliz e do qual só tenho boas recordações de infância. Estou grata também por esta beleza imensa onde a mão do homem quase não se nota.

Dia_135_365grateful

Dia_135_365grateful

#135 Usar pela primeira vez um presente que me foi trazido da Tailândia pelo meu tio. É especial, porque até lá foi difícil encontrar o número que calço.

Dia_136_365grateful

Dia_136_365grateful

#136 Ser acompanhada por quem ama, mesmo quando tem de estudar.

Dia_137_365grateful

Dia_137_365grateful

#137 A água do oceano, tão limpa e fria, mas onde fico até não conseguir mais.

Dia_138_365grateful

Dia_138_365grateful

#138 Ficar na praia até tarde e ver que, apesar de poucas, existem que também gostam de estar até tarde na praia.

Dia_139_365grateful

Dia_139_365grateful

#139 Compreender que apesar de crescida, ainda consigo apreciar a irreverencia de alguns desenhos animados.

Dia_140_365grateful

Dia_140_365grateful

#140 Encontrar um chapéu-de-sol perdido na arrecadação da minha casa.

Dia_141_365grateful

Dia_141_365grateful

#141 Estar acompanhada por estas amigas voadoras ao final da tarde.

Dia_142_365grateful

Dia_142_365grateful

#142 Ficar até tarde na praia e reparar que estamos muito bem sozinhas.

Dia_143_365grateful

Dia_143_365grateful

#143 Aperceber-me que este ano faço praia só com coisas às riscas.

Dia_144_365grateful

Dia_144_365grateful

#144 Deparar-me com esta avestruz patusca e perceber o quanto é algo insólito. A vida é de facto inesperada.

Dia_145_365grateful

Dia_145_365grateful

#145 Trazer lembranças da praia e destas mini-férias.

Dia_146_365grateful

Dia_146_365grateful

#146 Ver que apesar de ter ido de férias o meu manjericão não morreu, e até floriu.

Dia_147_365grateful

Dia_147_365grateful

#147 Ficar apaixonada por esta cor entre o carmim e o rosa que ultimamente brinda o meu jardim.

Dia_148_365grateful

Dia_148_365grateful

#148 Começar um novo projecto em aguarelas para oferecer a uma menina muito especial.

Dia_149_365grateful

Dia_149_365grateful

#149 Comer figos frios logo pela manhã.

Dia_150_365grateful

Dia_150_365grateful

#150 Um presente do sr. Feliz para este novo hobby das aguarelas.

Dia_151_365grateful

Dia_151_365grateful

#151 Ir ao cinema ver um ciclo de cinema dedicado a Jaques Tati.

Dia_152_365grateful

Dia_152_365grateful

#152 Perder a vergonha e começar a fazer Yoga no jardim, sem me preocupar com o que os vizinhos possam dizer.

Dia_153_365grateful

Dia_153_365grateful

#153 Descobrir tâmaras Mejoli e ficar viciada neste sabor a caramelo.

Dia_154_365grateful

Dia_154_365grateful

#154 Descobrir gelados sem açúcar: Ananás & Lima e Avelã com cardamomo.

Dia_155_365grateful

Dia_155_365grateful

#155 Um “molho” de livros sobre Yoga. Presente sem embrulho do sr. Feliz só porque sim.

Dia_156_365grateful

Dia_156_365grateful

#156 O silêncio da manhã acompanhado por uma xicara de chá de gengibre e limão antes do pequeno-almoço.

Dia_157_365grateful

Dia_157_365grateful

#157 Ver filmes antigos aconchegada.

Dia_158_365grateful

Dia_158_365grateful

#158 Estar até ao final da tarde na praia com a amiga e não haver mais ninguém.

Dia_159_365grateful

Dia_159_365grateful

#159 Ir até à outra margem do rio Tejo de barco.

Dia_160_365grateful

Dia_160_365grateful

#160 O cheiro que a amêndoa assada no forno deixa na casa.

Dia_161_365grateful

Dia_161_365grateful

#161 Por as mãos na terra e arranjar os meus canteiros desordenados.

Dia_162_365grateful

Dia_162_365grateful

#162 Passear de carro, num dia chuvoso, em sítios bonitos.

Dia_163_365grateful

Dia_163_365grateful

#163 Iniciar um “isco” de centeio para tentar fazer pão.

Dia_164_365grateful

Dia_164_365grateful

#164 Ir passear a praia num dia de nevoeiro e ficar emocionada com tanta beleza.

Dia_165_365grateful

Dia_165_365grateful

#165 A minha nova “sobrinha”: Mariana “el gata”.

Dia_166_365grateful

Dia_166_365grateful

#166 Um convite especial para o baptizado do membro mais novo da família.

Dia_167_365grateful

Dia_167_365grateful

#167 Patinhas de gato bebe.

Dia_168_365grateful

Dia_168_365grateful

#168 O último dia de praia do ano.

Dia_169_365grateful

Dia_169_365grateful

#169 Um cantinho para poder fazer as minhas aguarelas.

Dia_170_365grateful

Dia_170_365grateful

#170 Receber de presente o cartaz de um dos meus filmes preferidos de Jaques Tati.

Dia_171_365grateful

Dia_171_365grateful

#171 Passar de carro ao pé de uma figueira na beira da estrada, carregadinha de figos, e trazer uma caixa cheia deles.

Dia_172_365grateful

Dia_172_365grateful

#172 Um novo livro para aprender uma nova língua com mais eficiência.

Dia_173_365grateful

Dia_173_365grateful

#173 Comer as primeiras nozes do ano, grandes e gordas.

Dia_174_365grateful

Dia_174_365grateful

#174 Fazer experiências monocromáticas com aguarelas.

Dia_175_365grateful

Dia_175_365grateful

#175 Um presente “fotográfico” bonito de um amigo sobre Oeiras.

Dia_176_365grateful

Dia_176_365grateful

#176 Deixar os preconceitos de lado e comprar calças coloridas.

Dia_177_365grateful

Dia_177_365grateful

#177 Deslumbrar-me com este presente da natureza no meu quintal.

Standard
Filosofia de Botequim

Férias, férias, férias de verdade.

by - lucy davey

by – lucy davey

Aqui vou eu aproveitar o verão antes de iniciar mais um ciclo emocionante da minha vida. Prometo continuar a tirar as fotos para o 365 Grateful, mas só as poderei publicar quando regressar. Espero que sejam muitos momentos de gratidão revestidos a sal, sol e mar. Estou feliz por ir para a praia que tanto amo, Porto-Covo. Quem tiver oportunidade, recomendo o Festival de Músicas do Mundo de Sines até dia 25 de Julho, que este ano voltará a ter espectáculos gratuitos em Porto-Covo.

E por aí? Já têm férias planeadas?

Até já

Standard
365 Grateful

365 Grateful

Dia_127_365grateful

Dia_127_365grateful

#127 Ter o carinho de quem quer cuidar porque ama.

Dia_128_365grateful

Dia_128_365grateful

#128 Terminar os testes para o novo projecto de bordados que vou iniciar.

Dia_129_365grateful

Dia_129_365grateful

#129 Fazer 8 anos de “namoro/casamento” com o senhor Feliz. Foram 8 anos de muito amor, amizade e solidariedade. Muitos anos de fazer as pazes antes de ir dormir, porque prometemos que nunca nos iriamos deitar zangados. Que venham muitos mais.

Dia_130_365grateful

Dia_130_365grateful

#130 Aprender a trabalhar com uma nova ferramenta de trabalho. Muito mais rápida e organizada.

Dia_131_365grateful

Dia_131_365grateful

#131 Entrar no doutoramento em quarto lugar foi um alívio.

Dia_132_365grateful

Dia_132_365grateful

#132 Ter um dia inteiro sem nada combinado e aproveitar para ler até não conseguir mais.

Dia_133_365grateful

Dia_133_365grateful

#133 Um presente bonito do sr. Feliz

Standard